Triple-Negative Breast Cancer / Atualização Relâmpago

Review article Current Concepts: Triple-Negative Breast Cancer W.D. Foulkes, I.E. Smith, and J.S. Reis-Filho

N Engl J Med 2010; 363:1938-48. November 11, 2010

Artigo de revisão sobre Câncer de Mama Triplo-Negativo publicado hoje, 11 de novembro de 2010, no New England Journal of Medicine.

Definição Os tumores de mama triplo-negativos são definidos como tumores que perdem a expressão dos receptores de estrógeno e progesterona e do gene HER2. Seu rápido crescimento e ocorrência em mulheres jovens podem tornar a difícil a sua detecção pela mamografia.

Pérolas Clínicas

* Qual é a epidemiologia do câncer de mama triplo-negativo.

Tumores triplo-negativos somam em torno de 15% de todos os cânceres de mama invasivos. Eles ocorrem mais frequentemente em mulheres jovens da raça negras e hispânicas do que em mulheres de outros grupos raciais ou étnicos.

* Quais são as manifestações clínicas do câncer de mama triplo negativo?

Tumores triplo-negativos e o câncer de mama do tipo basal tendem a ser maiores em volume do que outros subtipos de câncer de mama. Geralmente são de alto grau histológico e carcinomas ductais invasivos, sem um tipo histológico em especial. Diferenças no status nodal são menos pronunciadas, mas uma grande casuística já publicada mostrou que o câncer de mama do tipo basal é mais comumente linfonodo-negativo, comparativamente a outros tipos de câncer de mama. ,

* Qual é o principal fundamento, a base, do tratamento de pacientes com câncer de mama triplo-negativo?

Mulheres com câncer de mama triplo-negativo não se beneficiam de terapia endócrina ou com trastuzumab. A quimioterapia é atualmente o principal recurso no tratamento dessas pacientes, apesar das pacientes com esse tipo de doença, quando consideradas como um grupo, apresentarem um resultado pior após a quimioterapia, comparativamente àquelas com outros tipos de câncer de mama.

* Qual é o prognóstico para o câncer de mama triplo-negativo?

Vários estudos têm indicado que o tumor triplo-negativo e o câncer de mama do tipo basal, como grupo, estão associados com um prognóstico ruim.

A forma da curva de sobrevida para pacientes com esses dois tipos de tumores difere daquela das pacientes com outros tipos de tumores: há uma queda aguda na sobrevida durante os primeiros 3 a 5 anos após o diagnóstico, mas uma recorrência tardia, após esse intervalo de tempo, é muito menos comum. Ambos os tipos de tumores de mama são mais propensos a apresentar metástases para vísceras, particularmente pulmões e cérebro, e têm menor propensão às metástases ósseas .

(Transcrito de Alerta On line do N Eng J Med - 11/11/2010)

SECRETARIA EXECUTIVA

AGÊNCIA DE VIAGENS

COMERCIALIZAÇÃO

TERMOS

Site e Transmissões:

simbolo-da-marca-png.png