top of page

Aula Efeitos reprodutivos e não reprodutivos da melatonina na saúde feminina


Confira um resumo dos temas discutidos durante a aula pública em 5 de dezembro de 2023, disponível gratuitamente em https://www.ginecousp.com.br/aula-publica com a profa. dra. Isabel Cristina Sorpreso e o prof. dr. José Maria Soares Jr, ambos do HCFMUSP:


Perfil do Convidado Prof Dr José Maria Soares Jr:

  • Professor associado e livre docente da Ginecologia na Faculdade Medicina da USP.

  • Chefe do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia.

  • Atua em setores relacionados à Climatério e Ginecologia Endócrina.

  • Presidente da SOGIA Brasil, Diretor Executivo da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana.


Produção de Melatonina:

  • Melatonina produzida principalmente na pineal, representando 80-90% da concentração sérica .

  • Ritmo circadiano: menor durante o dia, maior durante a noite.


Regulação da Melatonina:

  • Fótons receptores na retina respondem à luz e escuridão.

  • Núcleo supraquiasmatico regula o relógio biológico.

  • Estímulo da pineal para produzir melatonina, com pico à noite.


Receptores e Influências:

  • Melatonina influencia alguns genes e está associada ao tempo de puberdade.

  • Sabe se da existência de receptores de melatonina na hipófise e ovários.

  • Relação entre melatonina e estrogênio, influenciando receptores e suas atividades - esteroidogenese


Melatonina nos Ovários:

  • Ação direta nos ovários, incluindo células foliculares.

  • Concentração intrafolicular maior que na circulação.

  • Possível influência na qualidade das células foliculares.


Puberdade e Melatonina:

  • Discussão sobre a possível relação da melatonina com a puberdade precoce.

  • Múltiplos fatores neuroendócrinos envolvidos.

  • Declínio da melatonina durante o envelhecimento.


Ciclo de Vida e Melatonina:

  • Variação ao longo da vida, afetando padrões de sono.

  • Importância na adolescência, declínio na menopausa e impacto no envelhecimento.

  • Melatonina não é apenas um hormônio do sono, mas tem múltiplos efeitos na saúde feminina.

  • Relação entre melatonina, ciclo reprodutivo e envelhecimento.


Mini Puberdade Precoce:

  • Ocorre nos primeiros meses, aumenta e diminui ao longo do tempo.

  • Relacionada à melatonina e neurônios GABA neuro.


Sistema Nervoso e Neurotransmissores:

  • Existência de neurônios GABA, endorfinas, serotonina e neurocinina B.

  • Formação do sistema kisspeptina e sua relação com a regulação da puberdade.


Receptores de Estrogênio e Melatonina:

  • Influência da melatonina nos receptores de estrogênio.

  • Estrogênio modula a atividade da melatonina.

  • Interconexão complexa entre melatonina, estrogênio e regulação hormonal.


Puberdade Precoce:

  • Aumento de casos, especialmente em meninas.

  • Possíveis influências genéticas e fatores externos.


Estudo sobre Puberdade Precoce:

  • Identificação de casos há 15 anos.

  • Associação entre diminuição da melatonina, alteração no padrão de sono e desenvolvimento precoce dos caracteres sexuais secundários.


Melatonina nos Ovários:

  • Age nos ovários, influenciando também as células da granulosa.

  • Possível impacto na qualidade das células do folículo.


Melatonina e Transplante Ovariano:

  • Importância no transplante ovariano.

  • Pré-tratamento com melatonina melhora qualidade e função ovariana. Também associada a angiogenese e ação antioxidante.


Melatonina e Herpes Genital:

  • Efeito positivo no herpes genital recorrente.

  • Dosagem eficaz de três miligramas à noite em estudo prospectivo.


Conclusão:

  • Melatonina não se limita a aspectos reprodutivos, tem múltiplos efeitos na saúde genital.

  • Importância em regulação hormonal, antioxidante e tratamento de condições específicas.

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page