Expressão proteica no endométrio durante a fase lútea do ciclo menstrual


Pós-graduando: Paulo Cesar Serafini Orientadora: Prof. Dr. Edmund Chada Baracat Data da defesa: 11 de dezembro de 2007

Introdução: O objetivo foi avaliar a expressão de algumas proteínas no endométrio durante a fase lútea do ciclo menstrual de mulheres férteis e inférteis, por meio imunoistoquímica de micro-arranjos teciduais (TMA). Métodos: Analisou-se a expressão de dez proteínas em 52 amostras de endométrio obtidas nas fases lútea inicial, intermediária (janela de implantação) e final. Resultados: As proteínas, fator inibidor de leucemia (LIF), fator de crescimento insulinóide tipo l (IGF-1), receptor de progesterona (PR), claudina-4, receptor de fator de crescimento vascular endotelial 3 (VEGFR-3) e citoqueratina 7 (CK-7) mostraram-se expressas no endométrio nas fases lútea inicial, intermediária e final. A proteína morfogenética óssea 4 (BMP-4) expressou-se no endométrio nas fases lútea inicial e intermediária. As proteínas citoqueratina 17 (CK-17), substância solúvel 100 (S 100) e calretinina não se expressaram no endométrio durante os três períodos avaliados. Houve correlação entre as expressões proteicas de LIF, IGF-1 e PR. As proteínas LIF e BMP-4 foram diferencialmente expressos no endométrio nas fases lútea inicial, intermediária e final. As proteínas claudina-4 e PR não se expressam simultaneamente no endométrio durante a fase lútea. Conclusão: Baseados nos resultados deste estudo podemos sugerir que a presença das proteínas LIF. IGF-1 e PR durante a janela implantacional teria relevância como preditor do adequado desenvolvimento do endométrio.

0 visualização

E-mail:  eventos.secretaria@uol.com.br

Tel:   (11) 2272-4301  (11) 99529-8202 

SECRETARIA EXECUTIVA

AGÊNCIA DE VIAGENS LEVITATUR

TERMOS

simbolo-da-marca-png.png